Maestro Ubiratan Marques e Paulo Alcoforado lançam o álbum “Sertão dos Anjos”, em Salvador » Música » Cultura » Infocultural

Maestro Ubiratan Marques e Paulo Alcoforado lançam o álbum “Sertão dos Anjos”, em Salvador

Música - 24/11/2017
Maestro Ubiratan Marques e Paulo Alcoforado lançam o álbum “Sertão dos Anjos”, em Salvador Ubiratan Marques e Paulo Alcoforado: temas contemporâneos - Foto: Divulgação

Um projeto intimista. Quem comparecer ao lançamento do álbum “Sertão dos Anjos” será apresentado a um conjunto de canções que versam sobre temas contemporâneos, a exemplo da relação das pessoas via redes sociais, o caos político do país e a migração no mundo. É o que afirmam os autores de Sertão dos Anjos, o maestro Ubiratan Marques e seu parceiro Paulo Alcoforado. O lançamento será no dia 30 de novembro, às 19h30, no Espaço Cultural da Barroquinha.

“Sertão dos Anjos” associa letras densas a uma música que transita entre os universos modal e tonal, afirmando a potência estética e afetiva da canção ao longo de 50 minutos de apresentação de composições inéditas. Parceiros de longa data, o maestro e Paulo sobem ao palco com o baixista Alexandre Vieira e o percussionista Reinaldo Boaventura, e contam com as participações das cantoras Aiace Félix, Nadja Meireles e Itana Rosa, e dos instrumentistas Márcio Pereira (violão e guitarra) e Eugênio Cerqueira (sanfona).

O show se estrutura em três blocos, o político, o intimista e o nordeste. A canção “Brasa” aborda o atual caos político do país como "atmosfera de pura crise de representação e desamor pela ideia de país. E não apenas pelo país”. “Sertão dos Anjos”, por sua vez, explora a hipótese de uma nova sensibilidade a partir das relações via redes sociais: "Eu os olhava e via que me olhavam das janelas, mas não conseguia um entreolhar". Já “Assombração” apresenta o problema da terra e o fenômeno da migração.

O repertório traz como um achado a parceria entre Johnny Alf e Paulo Alcoforado, em “Deslumbre”, canção em que a vida é representada como mulher que é conduzida em uma dança por um homem velho e experiente: “Decorei seus passos para não mais a perder/Meu piano sabe que eu a vi dançar/Ele tem minhas impressões”.

Sobre os artistas

Ubiratan Marques – Maestro da Orquestra Afrosinfônica, do grupo Terrêro de Jesus, da camerata Àse Ensemble e da Orquestra Sinfônica Popular Brasileira. Sertão dos Anjos é uma oportunidade para conhecer um trabalho inédito e direcionado a canções. Esse ano o Maestro foi agraciado duas vezes pelo Prêmio Caymmi/2017, por melhor Arranjo e melhor Direção Musical, tendo sido ele também o responsável pelo arranjo das canções “Geleia Geral”, de Gilberto Gil e Torquato Neto, e “Bat Macumba”, de Gilberto Gil e Caetano Veloso, apresentadas na cerimônia de premiação como homenagem ao movimento Tropicália.

Paulo Alcoforado – O Maestro diz sobre o parceiro: “Eu escrevia algumas peças que eu ouvia como canção e guardava, porque sempre tive muita dificuldade de encontrar parceiros que entendessem minhas melodias, e também não fazia sentido colocar na forma instrumental. Paulo foi a pessoa que despertou em mim a vontade de desenvolver um trabalho de canção e, nesse território, me fez encontrar personalidade artística”.

Ficha técnica:

Show: Sertão dos Anjos

Artistas: Ubiratan Marques e Paulo Alcoforado

Direção Musical e Arranjos: Ubiratan Marques

Músicos: Alexandre Vieira (contrabaixo acústico) e Reinaldo Boaventura (bateria e percussão)

Participações: cantoras Aiace Félix, Nadja Meireles e Itana Rosa, e instrumentistas Márcio Pereira (violão e guitarra) e Eugênio Cerqueira (sanfona)

Produção: Obá Cacauê Produções

 

Serviço:

Local: Espaço Cultural da Barroquinha

Quando: 30 de novembro, às 19h30

Duração: 50 minutos

Ingressos: R$ 30,00 (inteira com CD) e R$ 15,00 (meia)

Capacidade: 120 lugares

Assessoria de Imprensa – Fabíola Aquino e Marcos Paulo Sales

 
Clube Press – Assessoria de Comunicação
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo