Senado aprova comenda Chapecoense para homenagear destaques no esporte » Esporte » Entretenimento » Infocultural

Senado aprova comenda Chapecoense para homenagear destaques no esporte

Esporte - 21/11/2017

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou, nesta terça-feira (21), proposta do senador Roberto Muniz (PP-BA) que cria a Comenda do Mérito Futebolístico Associação Chapecoense de Futebol, a ser concedida pelo Senado, para homenagear empresas, atletas, dirigentes e outros profissionais que tenham se destacado em competições esportivas ou na promoção desse esporte.

O senador se inspirou nos exemplos de solidariedade e espírito esportivo após o acidente com o avião da Chapecoense, que completa um ano no próximo dia 29 de novembro.
“De todos os sentimentos que floresceram, que se uniram na grande tragédia que houve com a equipe da Chapecoense, o principal foi a solidariedade. Vimos, em todos os locais do mundo, clubes e países se abraçarem em torno do futebol”, afirma o senador na justificativa do projeto de resolução (PRS 1/2017).
Ele citou como exemplo a atitude do clube colombiano Atlético Nacional de Medellín, que solicitou à Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) a concessão do título ao time brasileiro. Na justificativa do texto, Muniz sugere que o primeiro prêmio do tipo seja concedido justamente ao Atlético Nacional.
Em discurso no Senado dias após a tragédia que resultou em 71 mortes, Roberto Muniz citou o jovem esportista Arthur Maia, uma das vítimas do acidente e que estava na Chapecoense emprestado pelo Vitória: “O Arthur Maia é um filho que vi crescer nas divisões de base. Vi brilhar, vi lutar pelo sucesso”.
O relator da proposta foi o senador Dário Berger (PMDB/SC). Ele lembrou que “a Comenda é uma forma de eternizar o reconhecimento e o respeito de todos os brasileiros pela Chapecoense e de homenagear os jogadores e demais profissionais do esporte que perderam suas vidas na tragédia, seus familiares e os torcedores do clube”.

Regras – Pela proposta, os senadores irão indicar os concorrentes ao prêmio. O julgamento e a escolha das datas de premiação serão feitos por um conselho formado por um senador de cada partido com representação no Senado. O conselho será renovado a cada dois anos.
Com informações da Agência Senado
Ascom
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo