Bloqueio de transmissão da dengue » Saúde » Notícias » Infocultural

Bloqueio de transmissão da dengue

Saúde - 23/05/2011

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Divisão de Vigilância Epidemiológica (Viep), aderiu a uma nova estratégia para o bloqueio de transmissão da dengue. Baseado em casos notificados que estejam no raio de 150 metros, equipes do bloqueio se dirigem as regiões apontadas no mapa do sistema de geocodificação para eliminar o mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti, na fase adulta.

Os trabalhos de bloqueio de transmissão passaram a ser realizados há aproximadamente dois meses, e são executados por equipes capacitadas que fazem uso de inseticida armazenado em bomba costal. Como o produto é liberado diretamente na região que apresenta o foco, é considerado mais eficaz que o carro fumacê, o qual favorece a dispersão do produto no ambiente.

Ainda assim, observa a chefe da Viep, Janice Estrela, a população não deve descuidar-se. “Mesmo havendo o controle vetorial de campo, para que não surjam novos casos, a comunidade deve participar efetivamente do combate ao mosquito, retirando dos quintais objetos que acumulem água. Uma simples tampa de garrafa ou até mesmo um pneu se tornam recipientes propícios ao surgimento de focos de proliferação”, ressalta.

Ela observa, ainda, que o trabalho de combate a dengue está sendo incrementado com as capacitações voltadas aos enfermeiros e médicos que atuam na rede municipal de saúde e alerta para os sintomas da doença.

“Dores no corpo e nas articulações, febre, dor atrás dos olhos, diarréia, dor de cabeça e vômito são os principais sintomas da doença. Como todos os quatro vírus da dengue provocam os mesmos sintomas, quem os apresentar deve procurar um serviço de saúde tão logo eles sejam iniciados e evitar a automedicação”, recomenda.

Secom
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo