Marialvo pretende focar deficiências da rede municipal de educação » Política » Notícias » Infocultural

Marialvo pretende focar deficiências da rede municipal de educação

Política - 22/07/2011

A área ambiental continuará merecendo atenção especial do vereador Marialvo Barreto (PT), neste segundo semestre, mas ele pretende dedicar-se nesse período, com esforço redobrado, à educação. Para o petista, que é professor de formação – leciona na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e uma escola privada da cidade – o prefeito Tarcízio Pimenta recuperou uma parte dos prédios da rede municipal, mas a reforma é de qualidade ruim, enquanto muitas outras sequer receberam qualquer melhoria.

“Temos um exemplo no povoado do Fulô, em Humildes, onde a Escola Maria do Carmo Góes foi recuperada, porém a fiação não suporta a instalação de computadores, que continuam empilhados no banheiro da unidade de ensino”, relata. Além da reforma “meia-sola”, Marialvo também observa que há degradação muito rápida desses prédios. “Quero focar a educação, neste resto de ano”, reitera.

Ele considera positivo o resultado do primeiro semestre da Câmara de Feira de Santana. “Muitos projetos de interesse da comunidade foram aprovados pela Casa. Há um hábito, quase tradição, de se avaliar mal o Legislativo. Mas todas as grandes demandas da cidade vem parar aqui”, analisa.

Os primeiros seis meses do ano foram atípicos para Marialvo, na Câmara. Ele saiu de uma dura campanha para tentar uma vaga na Assembleia Legislativa. Obteve mais de 13 mil votos, mas não conseguiu se eleger. “Foi uma campanha muito difícil, sem recursos. Mas fiquei satisfeito. Tive uma noção maior do meu eleitorado ideológico e obtive mais de 5.700 votos em Feira”.

Mesmo tendo que dar uma atenção maior ao período pós-eleitoral, conseguiu a aprovação de projetos importantes na Câmara, a exemplo do que dá às escolas municipais competência para apurar e punir responsáveis por casos de bulling.

POLÍTICA

Na política, ele disse que o governo Jaques Wagner vem “acertando”, proporcionando o crescimento da economia no interior, especialmente através de incentivo à implantação de indústrias. Observa, no entanto, que é preciso avançar bem mais em áreas como educação e segurança.

Quanto a possibilidade de o prefeito Tarcízio Pimenta – cuja administração Marialvo é oposicionista - ingressar no PDT, partido da base de sustentação do governador Wagner, ele disse que “todo mundo quer ser governo”. Em sua análise, a “revoada” é grande pela forma como Wagner vem administrando a Bahia e pela sua maneira democrática de fazer política. “Vou continuar na oposição (em relação ao governo de Tarcízio e outros adversários que aderem a Wagner) ideológica a esses grupos”, afirmou.

MEIO AMBIENTE

Marialvo disse que o semestre passado foi o que ele mais fiscalizou em relação a questões ambientais em Feira de Santana. Recentemente, denunciou a presença de máquinas realizando terraplenagem na Lagoa do Mundel, no bairro Novo Horizonte. Uma empresa tentava implantar ali um depósito. Informada, a Secretaria de Meio Ambiente agiu rápido e interrompeu a obra.

Também foi o vereador Marialvo responsável pela ação que resultou na interrupção de um aterro que estava em execução na Lagoa Chico Maia, no bairro Mangabeira. Segundo ele, a construtora R. Carvalho seria responsável pelos trabalhos. Mais uma vez, a Secretaria de Meio Ambiente foi comunicada e, prontamente, determinou a suspensão do serviço.

Ascom
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo