José Carneiro destaca propostas de emenda à Lei Orgânica » Política » Notícias » Infocultural

José Carneiro destaca propostas de emenda à Lei Orgânica

Política - 11/07/2011

 

O vereador José Carneiro (PDT), em entrevista à Assessoria da Câmara Municipal (Ascom) sobre as atividades do Poder Legislativo, destacou duas propostas de emenda à Lei Orgânica de Feira de Santana, apresentadas no primeiro semestre deste ano. Ele informou que, em conjunto com outros edis, propôs a redução de 90 para 55 dias o período de recesso parlamentar da Casa Legislativa. De acordo com o Carneiro, em consonância com o modelo do Congresso Nacional, a matéria prevê dois períodos de recesso: de 23 de dezembro a 1º de fevereiro e de 18 de julho a 31 de julho.

Por sua vez, a outra proposta encaminhada pretende aumentar o número de vagas para vereadores de 21 para 23. “Entendo que não vai onerar a cidade. Muito pelo contrário, teremos mais duas cabeças pensantes, mais dois representantes legítimos do povo que farão a ligação direta entre a população e o Executivo”, disse, salientando que o projeto leva em consideração a Lei Federal que permite o aumento do número de edis, de acordo com a população de cada município. 

Na sequência, perguntado como avalia a atuação dele na Câmara, o vereador do PDT disse que faz suas auto-avaliações, mas prefere que a população e a imprensa julguem o seu mandato. “Eu luto e tenho feito de tudo para corresponder as expectativas dos munícipes, porém reconheço as limitações que nós temos. Procuramos acima de tudo exercer um mandato dentro da nossa realidade, esperando, principalmente, não decepcionar aqueles 3.018 eleitores que acreditaram no nosso potencial. Tenho feito o meu mandato com dignidade, seriedade e, acima de tudo, com respeito à Feira de Santana”, pontuou.

No que tange a relação interpessoal no Legislativo, José Carneiro afirmou que estabelece relacionamentos saudáveis na Casa da Cidadania. “Eu tenho amizade grande com quase todos os edis, tanto da oposição quanto da situação. A única divergência que tenho é com um vereador do Democratas, fora isso não tenho nenhum problema de ordem pessoal nem tampouco de convivência na Câmara de Vereadores”.

Presidência da Câmara

Para o legislador, a presidência da Câmara está correspondendo com as expectativas. “Ribeiro pra mim tem sido surpreendente. No meu ponto de vista ele é uma revelação. Ribeiro tem procurado exercer a função de presidente da Casa da Cidadania com muita seriedade, com muito respeito aos companheiros e tem dado aos vereadores uma atenção muito especial. Eu, por exemplo, sou testemunha. Das vezes que procurei o presidente, para qualquer problema que seja de ordem administrativa, ele nunca deixou a gente esperar sequer um minuto. A Câmara deve estar satisfeita com a atuação dele, pois tem dado uma demonstração de muita competência”.

Governo Wagner

José Carneiro afirmou que Feira de Santana não está sendo assistida pelo Governo Estadual. “Eu costumo dizer que Wagner não tem amor por Feira, não gosta de Feira. O governador, infelizmente, tem colocado nosso município em segundo ou terceiro plano”, reclamou. 

Na concepção do edil, em virtude da concentração populacional, importância geográfica, política e econômica, Feira de Santana deveria ter uma atenção maior, sobretudo no tocante as grandes obras do Estado. Ele citou como exemplos a falta de um aeroporto em funcionamento e a paralisação da obra do Centro de Convenções. Na oportunidade, o vereador ressaltou que o Governo Estadual está gastando 300 mil reais com a construção do aeroporto da cidade de Vitória da Conquista.

José Carneiro mencionou também a questão do Terminal Rodoviário de Feira de Santana, localizado na avenida Presidente Dutra. “O governo não tem perspectiva sequer de construir uma rodoviária fora do centro da cidade. Então, Feira de Santana não é a ‘menina dos olhos azuis’ de Jacques Wagner. Eu gostaria que fosse, mas quem sabe, ainda tem três anos e meio para terminar o mandato. Que Wagner possa rever seus conceitos com relação à Feira, que sempre deu a ele uma votação maciça nas eleições em que foi candidato a governador”.

 

Governo Tarcízio

Na opinião do edil, o chefe do Executivo Municipal está cumprindo satisfatoriamente o papel de gestor público. “O prefeito Tarcízio tem feito um mandato democrático. As ações do governo a gente tem visto a olho nu. Na área de educação, por exemplo, o prefeito já atingiu um patamar que considero importante, a exemplo das reformas que foram feitas em todas as escolas. Resta ainda mais um ano e meio desse mandato, acreditamos que o prefeito continuará nessa linha de trabalho, buscando sempre impulsionar o pregresso de Feira de Santana para elevar a qualidade de vida da população.

No que diz respeito às críticas e denúncias contra o prefeito, José Carneiro disse que são intrigas da oposição. Para ele, Tarcízio Pimenta tem respaldo e inteligência suficiente para superar as acusações que têm sofrido no dia a dia.

Ascom
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo