O povo precisa de respeito em Feira de Santana » Política » Notícias » Infocultural

O povo precisa de respeito em Feira de Santana

Política - 28/06/2011

Não tenho absolutamente nada contra os vereadores/as de Feira de Santana. Aliás, particularmente nem os conheço. Apenas registro aqui as vozes das ruas, o sentimento popular, a pedido. O povo do município vem aos poucos descobrindo que em relação aos atuais edis, de fato comprou gato por lebre.

Os membros da Casa da Cidadania não têm de fato representado os interesses da população, e ao mesmo tempo não tem cumprido o papel delegado pela mesma para serem legisladores/as. Nesse caso pouquíssimos escapam da degola da opinião das ruas, do Tomba ao Novo Horizonte, do Norte ao Sul da cidade. Da Zona Rural nem se fala, porque os últimos atos dos edis nessa área, foram exatamente entre agosto e outubro de 2008, quando foram atrás dos votos.

Coisas ridículas estão a acontecer na cidade, enquanto os vereadores estão a representar uma peça em que quase todos eles são soldados do grande jogo de xadrez jogado pelos responsáveis pelo Governo Municipal, bem como por aqueles que estão interessados em assumir essa posição a partir de janeiro de 2013.

Na Câmara de Vereadores, a bancada do amém vem nos últimos tempos, fazendo o jogo do gato e do rato. Cada um a cada dia inventa um inimigo entre eles mesmos. Ou seja, enquanto o povo come o pão que o diabo amassa todos os dias, eles inventam brigas e conflitos para aparecer na mídia local como combativos, ou para roubar um pouco de espaço junto ao Governo Municipal.

Nenhuma proposta que melhore as condições da vida do povo, ou mesmo que viabilize o município, nenhum projeto que a gente possa orgulhar-se dos nobres representantes do povo feirense. Nada mesmo você ver dos mancebos do poder. Nem mesmo a obrigação de fiscalizar e denunciar desmandos administrativos eles estão fazendo segundo vozes das ruas.

Segundo lideranças comunitárias, os problemas que deveria ser da competência legislativa são muitos. Nunca se viu um sistema de transporte tão desorganizado e humilhante, num processo de atendimento a população através de topiqueiros, que sem preparo e capacidade de respeitar o povo, trata o mesmo como se fosse animal, e ainda no ato de uma reclamação, em alto e bom som gritam que procurem um vereador prá resolver o caso.

As escolas do município, os postos de saúde, bem como os aparelhos de prestação de serviços públicos, são verdadeiros feudos de alguns membros da Casa da Cidadania, da casa do amém. Os Centros de Abastecimento, aonde se vende o alimento de cada dia, são verdadeiros chiqueiros, sem limpeza, sem lâmpadas, sem higiene. Aonde estão os nobres vereadores/as, que não veem isso.

A Câmara de Vereadores de hoje em Feira de Santana tem se comportado, como um teatro de ventríloquos, com exceção de alguns poucos, e assim mesmo é necessário olhar mais de perto esses outros, pois as vozes das ruas andam desconfiando de todos.

Como a eleição ainda é o ano que vem muita gente vai comer o pão que o diabo amassa mesmo até lá. Mas é bom eles abrirem os olhos, o povo não é mais comandado por coronéis, bem como não basta ser inteligente, é preciso ter um pouco de caráter e respeito à opinião de quem escolhe os membros da casa que sempre deveria ser do povo, o próprio povo. Pois este pode também aprender saber usar da crueldade em outubro de 2012.

 

Genaldo de Melo

Leia mais o http://genaldo33.blogspot.com  

Genaldo de Melo
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo