Prefeitura descumpre sua própria portaria, ao retirar barracas das ruas na pandemia » Política » Notícias » Infocultural

Prefeitura descumpre sua própria portaria, ao retirar barracas das ruas na pandemia

Política - 18/08/2020


Uma portaria municipal, datada de 3 de março, está sendo desrespeitada pela própria Prefeitura, com a retirada de barracas no centro da cidade, ação realizada na última sexta-feira por guardas e  fiscais do poder público, alem de  bombeiros civis. A constatação é do vereador Alberto Nery (PT), que protestou na sessão desta segunda-feira (17) da Câmara.  Ele  recebeu ligações de vendedores ambulantes pedindo apoio contra a ação do Governo.  "Foram surpreendidos, com a retirada das barracas sem que houvesse discussão para a tomada dessas medidas", lamentou o petista.


O vereador telefonou para o secretário Antonio Carlos Borges (Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico) para pedir explicações.  "Me disse que  havia negociado com o pessoal a retirada.  Que iria levar o material para a residência deles ou para o pátio da Prefeitura, dos que não estivessem no local".  Ao fazer uma pesquisa sobre o assunto, no entanto, Nery achou uma portaria que contradiz a atitude da administração.
O artigo primeiro, diz ele, determina o adiamento da portaria 01/2020, referente as ações de  transferência dos ambulantes cadastrados para o Centro Comercial Popular,  até que seja sanado o problema da pandemia.  "Não seremos contra a transferência, mas essas condições não podemos permitir", afirma. Barracas nas ruas, na avaliação de Nery, "são fruto da falta de governo nesses 20 anos, que permitiu essa condição até para se beneficiar eleitoralmente nesse período. Agora, são traidos".



Construtora desiste de realizar obras de pavimentação de ruas, após vencer licitação


A Construtora Almeida Pessoa, vencedora de licitação junto a Prefeitura de Feira de Santana para pavimentação de ruas no bairro Mangabeira e o loteamento denominado Jardim Mirassol, encaminhou ofício à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano pedindo distrato (o que significa a desistência da empreiteira de realizar a obra). Ao transmitir essa  informação em plenário, na sessão desta segunda-feira (17) da Casa da Cidadania, o vereador Lulinha (DEM) apelou ao Governo do Município que chame de imediato a segunda colocada no certame e caso não aceite, convoque a terceira. A licitação visa pavimentar as ruas Ibiara, Ibiraci, Iaçanga, Travessa Iaçanga, no bairro Mangabeira e as ruas Taciara, José Ronaldo e outras no Loteamento Jardim Mirassol.


Com informações da ASCOM Câmara Municipal de Feira de Santana
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo