Humildes: caminhada em favor do ECA mobilizou centenas de pessoas » Educação » Notícias » Infocultural

Humildes: caminhada em favor do ECA mobilizou centenas de pessoas

Educação - 27/08/2011
Humildes: caminhada em favor do ECA mobilizou centenas de pessoas Os alunos desfilam no dia 21 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente - Foto: Divulgação

 

A Escola Municipal Mãe dos Humildes, com o objetivo de promover uma reflexão sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com as comunidades escolar e local e uma centena de pessoas, realizou na manhã de hoje (26/08) uma passeata pelas principais ruas do distrito, como forma de divulgação desse documento que completou 21 anos de existência, mas ainda é desconhecido por algumas pessoas, sobretudo da zona rural.

Dessa forma, a direção, professores e educandos, na perspectiva de assegurar o desenvolvimento dos princípios de convivência democrática na escola e na comunidade, executaram essa mobilização social para mostrar que é dever da família, da comunidade, do Poder Público e da sociedade em geral assegurar com absoluta prioridade a efetivação dos direitos referentes à vida, saúde,  alimentação,  educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização,  cultura,  dignidade, ao respeito,  liberdade e  convivência familiar e comunitária para a criança e o adolescente.

Durante a caminhada, os alunos caracterizados de soldados e de diferentes personagens da literatura infantil, como a turma da Mônica, de Maurício de Souza, realizaram algumas manifestação em prol do ECA. Entre elas, a distribuição de aproximadamente 5 mil panfletos com informações referentes ao Estatuto. “Estamos aqui a favor da liberdade e da conquista de direitos. Por isso a caminhada se consolida como uma verdadeira aula de cidadania”, disse o professor Reginaldo da Silva Santos, coordenador pedagógico da Escola Mãe dos Humildes.

Nessa aula ao ar livre, Lucas Roberto Alves da Silva, 8 anos, aluno do 2º ano do Ensino Fundamental do turno vespertino, disse que aprendeu muito. “Hoje aprendi muito sobre os meus direitos e deveres, deveria ter mais eventos como esse. Hoje eu sei que tenho direito a saúde, educação, moradia, lazer e à vida. O que mais quero é ser feliz”, disse o pequenino.

Francisca Alves, mãe de aluno, disse estar muito feliz, por defender os direitos das crianças e adolescentes, “cidadãos mirins, carentes de proteção e de paz social”.

Para Luana Maria Moreira Silva, moradora do distrito, a caminhada do ECA foi muito importante. “Para a comunidade foi uma alerta sobre deveres e direitos da criança e do adolescente e o papel que nós da sociedade devemos exercer na garantia desses direitos”, disse. 

A diretora escola, profª. Roza Angélica Ribeiro Souza, disse que “a caminhada se justifica porque a atual realidade revela que se torna cada vez mais evidente a dificuldade de efetivação dos direitos inscritos no Estatuto no cotidiano das crianças e adolescentes brasileiros”.

Desse modo, completou o coordenador, “é necessária uma ampla difusão do ECA e a proposição de ações como esta caminhada, que tornam mais efetivas as políticas públicas em torno do ECA e que garantam o respeito a estes direitos”, concluiu o professor Reginaldo.

O evento social atende à proposta de atividades do módulo V do caderno de atividades do PROGESTÃO, curso realizado pela Secretaria Municipal da Educação, em parceira com o Governo do Estado. 

Reginaldo Santiss / Ascom
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo