Secretário considera greve descabida » Educação » Notícias » Infocultural

Secretário considera greve descabida

Educação - 16/08/2011

 

 

 

 

O secretário de Educação, José Raimundo Pereira de Azevêdo, considera descabida a paralisação dos professores da rede municipal de ensino, anunciada pela APLB Sindicato para esta quarta-feira (17), já que a mesa de negociação com o Governo Municipal permanece aberta. Ele ressalta ainda que os investimentos no setor continuam sendo feitos, com prioridade para a melhoria salarial da categoria.

 

“O piso salarial do professor da rede municipal é de R$ 1.207 inicial, uma vez que o piso determinado pelo MEC é de R$ 1.187. Todos os pontos apresentados até agora estão sendo discutidos e atendidos”, afirma o secretário, destacando o reajuste salarial de 5,9% e a conclusão dos processos de mudança de referência, que já contemplaram mais de 600 professores.

 

Ainda segundo José Raimundo, está sendo viabilizada a concessão de aumento do FG (Função Gratificada) para diretores e vice-diretores. José Raimundo garante que o Plano de Cargos e Salários dos Professores está sendo cumprido e explica que a APLB está reivindicando agora um aumento de 25% de aumento para quem está em regência de classe. A contraproposta do governo é um percentual de 10%, divididos em duas parcelas, que causaria impacto menor na folha de pagamento.

 O secretário lembra que desde o início da negociação foi disponibilizado 8% para que a entidade decidisse a aplicação – se em alterações do plano ou em reajuste linear – e até hoje não houve resposta. “Também estamos estudando a criação de mais duas referências (G e H), destinadas aos professores portadores de títulos de Mestrado e Doutorado em suas respectivas áreas”, destaca.

 

Os investimentos em melhorias das escolas também foram ressaltados pelo secretário. “Já contabilizamos mais de 40 escolas recuperadas, algumas com ampliações, temos três escola sendo construídas com recursos do Município e uma em convênio com o MEC. O Governo investe, ainda, em aquisição de todo material didático e de limpeza para as unidades, adoção de programas de incentivo à leitura e auxílio ao aprendizado e distribuição kits de fardamento e material escolar”, pontuou.

Secom/PMFS
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo