Estudantes e professores de Letras da Uefs promovem manifesto pela valorização das línguas » Educação » Notícias » Infocultural

Estudantes e professores de Letras da Uefs promovem manifesto pela valorização das línguas

Educação - 04/10/2019
Estudantes e professores de Letras da Uefs promovem manifesto pela valorização das línguas Estudantes e professores de Letras da Uefs promovem manifesto pela valorização das línguas

Buscando a valorização das línguas e a defesa do direito a uma educação linguística plural e diversa, docentes e estudantes do curso de Letras da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), realizaram manifestação em frente ao Núcleo Territorial de Educação(NTE) 19, no dia 30 de setembro, e promoveram a leitura de poemas em diversas línguas, gritos em defesa das línguas e apresentação do Movimento Linguativismo pelas ruas de Feira de Santana. A atividade ocorreu sob orientação da professora Iranildes Almeida de Oliveira na disciplina de Prática Educativa 4.

O movimento foi criado pelo estudante de Língua com Inglês, Igor Mota, com o objetivo de unir pessoas que anseiam lutar pela valorização das línguas e pelo direito a uma educação linguística plural e diversa para a sociedade. Os professores Alex Beckhauser e Iranildes Oliveira frisaram que continuar insistindo na predileção da oferta de uma única língua estrangeira nos espaços educativos brasileiros, ou silenciando as línguas do Brasil e suas variantes, reforça um pensamento hegemônico que supervaloriza os grandes centros e as grandes potências em detrimento do eixo sul, no sentido defendido pelo sociólogo português Boaventura de Souza Santos, e restringe as possibilidades de interpretar, compreender e respeitar culturas diferentes da nossa.

Esse primeiro encontro originou o compromisso do estabelecimento de parcerias com os Programas de línguas da Uefs para, numa escola piloto, desenvolver um projeto plurilingue envolvendo espanhol, inglês, francês e outras áreas. Para uma das organizadoras, Leilane Mendes, é urgente a necessidade da luta pela formação plurilingue nos espaços públicos educativos. “O que fizemos hoje teve um impacto significativo para nós professores que estamos em formação”, defendeu.

A estudante Michele dos Santos acredita que a iniciativa do foi um ato político extremamente democrático, empoderador, emancipador e necessário no momento. A atividade teve apoio e participação do Programa Portal: ensino- aprendizagem de Línguas para a cidadania, inclusão social e diálogo multi e intercultural, Núcleo de Línguas do Idiomas sem Fronteiras (NucLi-IsF/Uefs), lotados na PROEX,estudantes e professores das Licenciaturas em Letras com Inglês, Letras com Francês, Letras: português e espanhol da UEFS e seus respectivos Colegiados.

Assessoria de Comunicação Social da Uefs
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo