Máscaras e sabonete líquido produzidos na UniFTC são doados para entidades assistenciais » Economia » Notícias » Infocultural

Máscaras e sabonete líquido produzidos na UniFTC são doados para entidades assistenciais

Economia - 01/05/2020
Máscaras e sabonete líquido produzidos na UniFTC são doados para entidades assistenciais Máscaras e sabonete líquido produzidos na UniFTC são doados para entidades assistenciais

O trabalho que vem sendo realizado por estudantes, professores e colaboradores da UniFTC Feira de Santana nesse período de pandemia do Coronavírus, como parte do Movimento pela Prevenção, já apresenta resultados positivos. Na semana passada foram doados mais de 400 protetores faciais, confeccionados de forma artesanal, e 150 unidades de 200 ml de sabonete líquido para entidades assistenciais e unidades de saúde do município. A produção de máscaras continua sendo o foco da ação, que envolve vários colegiados e setores administrativos.

As doações, entregues sexta-feira (24), contemplaram entidades como o SAMU, UNACOM, Dispensário Santana, AFAS, Lar do Irmão Velho e Noviciado Nossa Senhora das Graças. Estas duas últimas receberam, além de máscaras, sabonete líquido igualmente produzido nos laboratórios da UniFTC nas últimas semanas. “A produção não para e a partir de agora a confecção de protetores faciais contará com a tecnologia 3D”, comemora a professora Marcly Amorim Pizanni, diretora da unidade, destacando a importância da ação nesse momento de pandemia do Coronavírus.

O projeto, desenvolvido por toda a Rede UniFTC, foi idealizado pela Coordenação de Laboratórios (CLAB) e reúne os Colegiados de Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Enfermagem, Farmácia e Biomedicina, mais setores da estrutura administrativa e financeira. O grupo se divide em rodízio, de forma a evitar aglomeração, como recomendam as autoridades de saúde nesse momento de distanciamento social. O trabalho é feito diariamente, nos três turnos e envolve quatro coordenadores de cursos, três gestores, um colaborador e 36 estudantes.

É um desafio genial, um trabalho de interação com alunos, professores, gestores e colaboradores em um momento delicado como o que estamos vivendo, contribuindo com aqueles que estão na linha de frente e mostrando nós nos preocupamos com o seu bem estar. O que prevalece é cuidarmos um do outro com empatia, respeito e acima de tudo amor ao próximo”, declara a biomédica Charlene Nayane Freire dos Santos, coordenadora da CLAB e uma das organizadoras da produção de máscaras. O professor Cristiano Lôbo, reitor da UniFTC de Feira de Santana, ressalta que a proposta é unir toda a Rede em um projeto único, “que evidencia o comprometimento da Instituição com a responsabilidade social”.

A professora Ivaneide de Jesus Teixeira, coordenadora do Colegiado de Biomedicina, avalia que o momento é de recolhimento, mas também de utilizar conhecimentos e habilidades para ajudar. “A UniFTC é uma instituição que se destaca pelo trabalho social e agora estamos unidos, de maneira multiprofissional para compartilhamos conhecimentos e ideias no Movimento pela Prevenção”, destaca. Ela ressalta ainda a importância dos estudantes serem levados a participar dessa ação de forma responsável e motivados pela empatia.

Para os estudantes, o projeto vai muito além de uma atividade prática. “Eu sempre estive envolvida com ações voltadas para a população promovidas pela Instituição, e para mim, sentir que posso ser útil nesse momento crítico traz satisfação pessoal, sentimento de humanidade, solidariedade já trabalhados em nós ao longo do meu curso”, avalia Joyce Ferreira Marinho Rodrigues, do 7º semestre do curso de Biomedicina. “Agora, na reta final, ter essa experiência, ligar o meu curso a outros, mostra que Biomedicina não se limita a análises clínicas”, completa.

Madalena de Jesus Analista de Comunicação Marketing UniFTC de Feira de Santana
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo