Polícia Militar da Bahia representa a América Latina em evento de combate à violência na Índia » Eventos » Entretenimento » Infocultural

Polícia Militar da Bahia representa a América Latina em evento de combate à violência na Índia

Eventos - 25/09/2018

A partir da próxima sexta-feira (28), a Polícia Militar da Bahia (PMBA) irá representar a América Latina na Cúpula Mundial Contra a Violência e Extremismo, que ocorrerá em Mumbai, na Índia, até o dia 3 de outubro. A participação no evento surgiu em função da parceria entre a corporação baiana e a organização internacional Arte de Viver, que ajuda os policiais no desenvolvimento das suas atividades, com o fortalecimento de ações que sensibilizem para o autocuidado e autoconhecimento. 

A Cúpula tem por finalidade traçar políticas globais de combate à violência. O convite foi feito à Polícia Militar pelo fundador da Associação Internacional para os Valores Humanos, e também da Arte de Viver, Sri Sri Ravi Shankar, juntamente com o líder religioso Dalai Lama. A ideia é que sejam propostas soluções reais, além de estabelecer networks de suporte com outros líderes civis e gestores, como prefeitos, educadores, políticos e executivos da polícia.

O comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, representará a instituição na Índia e esclarece que a iniciativa foi implantada em função da necessidade de combater o suicídio e o estresse na corporação. “A partir da constatação dos efeitos das aulas, foi realizado um convênio para este trabalho que tem como objetivo ajudar a melhorar a qualidade de vida dos policiais”.

O instrutor voluntário da Arte de Viver, Marcel Queiroz, explicou que “o programa feito com a polícia, que se chama Arte de Viver para Militares, já existe em várias partes do mundo, a exemplo dos exércitos da Rússia e Estados Unidos”. Ainda segundo Queiroz, neste trabalho, é realizado um tipo de aperfeiçoamento das tropas. “O curso é completamente voltado para o estresse, que é o mal do século XXI, mas não somos preparados para lidar com ele. A partir de técnicas de respiração, conseguimos diminuir o estresse e os aspectos físicos provocados por ele. É uma técnica que diminui o nível de cortisol no nosso corpo e nos deixa mais tranquilos e promove uma mudança de hábitos também”, ressaltou.

De acordo com o coronel Anselmo, o índice de letalidade entre os policiais baianos que participaram do curso foi reduzido. “A primeira capacitação foi realizada com 40 policiais da Rondesp, e hoje eles conseguem realizar suas atividade de forma mais centrada. Além disso, recebo relatos de comandantes e policiais sobre a mudança promovida por esta iniciativa”, acrescentou.

Durante a Cúpula, o coronel Anselmo Brandão vai apresentar a corporação baiana e os projetos desenvolvidos, a exemplo do Pacto pela Vida, Programa de Resistência às Drogas, ações de combate ao suicídio entre policiais, além da própria parceria com a Arte de Viver.

O instrutor Marcel revelou que a expectativa é de que o número de policiais capacitados chegue a 1.500 até o final o ano. As técnicas do Arte de Viver também serão oferecidas para os policiais que atuam em Feira de Santana, Juazeiro e Ilhéus, a partir do próximo mês.

Novas capacitações

 Em Salvador, a partir desta terça-feira (25), 100 policiais irão participar das novas turmas de capacitação das técnicas trabalhadas no programa Arte de Viver para Militares. As aulas serão realizadas até quinta-feira (27), nas sedes do Arte de Viver nos bairros da Pituba e Jardim Apipema, das 7h30 às 11h30.  A estimativa é de que no mínimo 1.200 policiais, por ano, sejam capacitados para o enfrentamento das ocorrências de alto risco, com melhoria na qualidade de vida dos profissionais.

Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo