Eternamente » Poesia » Cultura » Infocultural

Eternamente

Poesia - 23/01/2011

Deusa em forma de mulher,

Em contínuos volteios

De danças eródicas,

Inebriado com o perfume

Desprendido do seu corpo

Seminu, belo, irresistível,

O ambiente fantasmagórico

De criaturas divinais.

É a vida em plena loucura...

É a loucura em forma de sonho...

Deixe-me exaurir, a sós,

No silêncio de minha imaginação,

O espetáculo excêntrico,

De movimentos excelsos

Da mulher que é, para mim,

Eternamente deusa!...

 

Alberto Alves Boaventura

Alberto Alves Boaventura
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo