Claro escuro » Poesia » Cultura » Infocultural

Claro escuro

Poesia - 28/09/2017

quando disseste

que o barco não poderia levar segredos

comprrendi logo que a túnica deixada

(atrás do presépio)

ocultavas um certo enigma

 

e que não era mais possível

recompor o Hamlet -

nem mesmo à luz daquele antigo

lampião

 

JURACI DÓREA

Redação
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo