Obras de arte são expostas ao ar livre no Parque da Lagoa » Artes Visuais » Cultura » Infocultural

Obras de arte são expostas ao ar livre no Parque da Lagoa

Artes Visuais - 02/02/2017
  Obras de arte são expostas ao ar livre no Parque da Lagoa Luciano dos Anjos utiliza material reciclável para explorar a realidade - Foto: Divulgação
Os jardins do Parque da Lagoa Radialista Erivaldo Cerqueira, o Parque da Lagoa, se transformaram em uma galeria de arte ao ar livre com a exposição de quarenta peças em madeira do artista plástico Luciano dos Anjos. A atividade cultural, cuja iniciativa tem o apoio do Departamento de Áreas Verdes, da Secretaria de Serviços Públicos, teve início no último sábado, 28, e prossegue até o final de fevereiro.
O artista plástico utiliza material reciclável para explorar a realidade urbana e do campo. A famosa caixa d’água, no bairro Tomba, o mandacaru, o homem pensativo e solitário, árvores e pássaros são algumas figuras e paisagens que se repetem nas obras, em cores quentes e vibrantes.
“Viajo entre o surrealismo e o abstrato para representar essa vida agitada da nossa cidade”, diz o artista que há quatro anos vem se dedicando aos pincéis. Suas primeiras obras foram expostas na Rua Vênus, bairro Jardim Acácia, onde mora, através do projeto “Esquina das Artes”.
“As pessoas começaram a apreciar o meu trabalho. Isso me motivou a continuar, porque a arte só acontece quando há contato com o público”, comenta o artista que tem transformado portas de guarda-roupas em verdadeiras telas, que chegam a custar de Hum mil até R$ 1.800, a depender do tamanho.
As peças de Luciano dos Anjos já foram expostas no Feira X, nas ruas Senador Quintino, Macário Cerqueira e nas avenidas Getúlio Vargas e Noide Cerqueira. Também já foram levadas para o município de Teofilândia. Agora, ele pretende expor nas avenidas Maria Quitéria e Francisco Fraga Maia.
Enquanto caminha pelo Parque da Lagoa, em dia de sol de verão, em meio ao verde e cântico das aves, entre patos e marrecos, ele observa o “resultado de uma fonte de inspiração”, como considera, expostas de forma aleatória em tronco de árvores, presas em postes e grades.
“Pretendo transitar por toda a cidade neste ano para levar a arte até as pessoas”, diz Luciano que além de se dedicar a pintura, é escritor, trabalha em um escritório de advocacia e é estudante psicanálise.
Secom/PMFS
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo